Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Informativos Jurídicos

Newsletter

Nome:
Email:

Tribunal promove ações em prol da adoção tardia

Com o objetivo de promover a adoção de crianças a partir de três anos, grupos de irmãos e crianças portadoras de necessidades especiais, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), por meio da Coordenadoria da Infância e da Juventude (Coinj), promove caminhada, seminário e campanha de comunicação na terceira semana do mês de maio, durante a Semana Nacional da Adoção. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no Brasil há seis vezes mais pessoas habilitadas à adoção do que crianças e adolescentes em condições de serem adotados e, mesmo assim, são aproximadamente 6 mil menores em abrigos esperando uma família. Isso acontece porque muitos adotantes procuram crianças bem pequenas ou recém-nascidas, e boa parte dos menores disponíveis para adoção estão no grupo de adoções necessárias, ou seja, são maiores de três anos, têm necessidades especiais ou são grupos de irmãos, que a Justiça procura não separar. Em 19 de maio, das 9h às 11h, será realizada uma caminhada, organizada pelo Grupo de Apoio à Adoção de Belo Horizonte (GAA/BH) e pelo Grupo de Apoio à Adoção de Santa Luiza (Gada), com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Fundação CDL Pró Criança, Minas Tênis Clube, Polícia Militar de Minas Gerais e TJMG. A concentração será em frente ao Museu das Minas e Metal, na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte. Inscrições aqui. Em 21 de maio, das 8h às 18h, será realizado o Seminário de Adoção Tardia, no Teatro do Minas Tênis Clube. O seminário é voltado para servidores, grupos de apoio à adoção, gestores de entidades de acolhimento, conselheiros tutelares e pretendentes à adoção de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Confira a programação. Inscrições aqui. Durante o seminário será lançada a campanha Apadrinhar do TJMG, com o objetivo de criar laços de afeto entre a sociedade e as crianças e os adolescentes que vivem em casas de acolhimento institucional ou familiar e estão na expectativa de reinserção familiar ou de adoção.Confira aqui o relato de um pai que adotou três crianças e o de uma mãe que adotou uma menina de 9 anos. Leia também a cartinha de uma menina de 10 anos que hoje está com 22. O material da campanha, patrocinado pelo Clube de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) em parceria com a empresa de publicidade Vitória CI, será pulgado no portal do TJMG, na televisão, no rádio e em jornais. A campanha de comunicação também poderá ser veiculada pelos juízes de todo o estado para promover a adoção tardia em suas comarcas.
13/05/2019 (00:00)

Contate-nos

Duarte & Dias Advogados Associados

Av. 13 de Junho  996  Centro
-  Culturama
 -  Fátima do Sul / MS
-  CEP: 79702-000
+55 (67) 34691154
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia